Dente Siso - Mauricio Romanowski

siso

Dente Siso

Conheça o melhor procedimento

Os dentes do siso, ou terceiros molares, são os últimos dentes a se desenvolverem e aparecerem na boca.
Eles comumente aparecem na boca entre a idade de 17 e 25 anos, mas já estão em desenvolvimento antes disso.
Uma consulta com o Cirurgião Buco Maxilo Facial é indicada sempre que é visualizado um dente do siso em alguma radiografia ou na boca, pois este pode prevenir futuros problemas analisando as condições do dente e indicando a remoção deste se necessário.

 

siso

PÓS OPERATÓRIO

PRIMEIRA HORA

Ao sair do consultório você ainda estará anestesiado mas já deve começar seus cuidados. A medicação prescrita deve ser tomada o quanto antes para que já comece agir no seu corpo e você não experimente sensações incômodas. O melhor lugar para ir é para casa, um ambiente tranquilo onde você possa descansar e tomar os cuidados necessários. Um sangramento discreto é esperado pois há a reversão da ação de medicamento injetados no local da cirurgia (vasoconstritores) e para pará-los você deve manter a boca fechada com uma gaze no local por 20 minutos. Compressas de gelo também devem ser iniciadas se possível.

PRIMEIRO DIA

Tomando os cuidados prescritos ele será um dia tranquilo pois o corpo ainda não reagiu totalmente ao trauma da cirurgia. Começa um inchaço leve e as compressas de gelo devem ser mantidas para evitar a progressão dele. A dica para um melhor cuidado possível é a constância. Alimentar-se a cada 3 horas com alimentos líquidos pastosos gelados para que você não tenha fome e tenha uma correta nutrição pós operatória. Higienizar o local da cirurgia a cada 3 horas, pois provavelmente será incomodo realizar uma higienização completa do local apenas 3 vezes ao dia.

SEGUNDO DIA

Ao final deste dia (48 horas) será o pico de reação do corpo à cirurgia. Neste tempo você estará com o maior inchaço, maior desconforto e consequentemente maior dificuldade de se alimentar, falar e higienizar o local. As compressas devem ser mantidas conjuntamente com uso da medicação.

TERCEIRO DIA

A partir de agora tudo começa melhorar lentamente. Aos poucos uma alimentação mais consistente pode ser reintroduzida. Compressas quentes mornas devem ser realizadas, pois estas agora tem o objetivo de drenar inchaço presente. Aproveite para melhorar a higienização pois ela continua sendo muito importante.

QUARTO AO SEXTO DIA

Cada dia melhora mais o quadro pós operatório, mas mesmo assim mantenha compressas quente úmidas, higiene e as medicações prescritas.

SÉTIMO DIA

Geralmente é o dia de retornar ao seu cirurgião e de remover os pontos. Aproveite para tirar suas dúvidas e contar como foi seu pós-operatório. Muitas vezes quando o dente extraído já estava em boca ele deixa um buraco aberto e a necessita de constante higiene. Ele pode levar até duas semanas para cicatrizar completamente.

PERGUNTAS FREQUENTES

EXISTE UMA IDADE MELHOR PARA RETIRAR OS DENTES DO SISO?

Apesar de não haver um limite de idade para a cirurgia, o período entre 16 e 20 anos é considerado o melhor para extração. A formação radicular e o osso dos maxilares ainda jovem são fatores que auxiliam o profissional no ato cirúrgico e diminuem a resposta do corpo ao trauma, tornando assim o procedimento o menos incômodo possível.

SEMPRE É NECESSÁRIA A RETIRADA DOS DENTES DO SISO?

Os dentes do siso não necessariamente precisam ser extraídos. Se eles chegarem a uma posição funcional, poderão permanecer em boca por toda vida. Entretanto, estudos mostram que 90% das pessoas com dentes do siso terão algum sintoma indicativo de extração como: dor, inchaço, mal-hálito, gosto ruim, lesões patológicas, perda de dentes adjacentes ou infecções que variam de leves a graves. Muito comum também são os ortodontistas indicarem a extração dos terceiros molares para melhorar o espaço nas arcadas dentárias, conseguindo assim o melhor posicionamento dos dentes permanentes.

O QUE PODE ACONTECER SE EU NÃO REMOVER O DENTE DO SISO?

Quando este dente está em uma posição incorreta ele pode levar a dor, inchaço, gosto ruim na boca, limitação na abertura bucal, dificuldade de mastigação e fala, perda de dentes adjacentes, lesões patológicas ou até infecções graves com internação hospitalar. Sempre que estes problemas estão presentes a extração é necessária, mas mesmo antes de eles acontecerem você pode prevenir aparecimento deles com a extração prévia ao seu aparecimento. Além disto uma extração livre deste sintomas é mais confortável do que quando eles estão presentes. A melhor opção é a informação, portanto em uma consulta o cirurgião buco maxilo facial avaliará diversos fatores que possam indicar a permanência ou a extração destes dentes.

TENHO MEDO DA CIRURGIA, POSSO DORMIR DURANTE ELA?

Apesar de ser um procedimento realizado com segurança e conforto sob anestesia local e no consultório odontológico, em algumas indicações específicas ou por escolha do paciente o procedimento pode ser realizado sob sedação ou sob anestesia geral. Para isso um profissional médico especialista em anestesia participará conjuntamente com a equipe da cirurgia buco maxilo facial durante a remoção do dente.

Maurício Romanowski - Cirurgia Bucomaxilofacial | Rua Padre Anchieta, 2540, sala 1506 - Bigorrilho | Curitiba / PR
Vibe Studio